quinta-feira, janeiro 26, 2012

O tal dia


Quinta-feira,
(o dia que devia apagar da minha semana)

É sempre a mesma coisa, uma tristeza.
Já nem sei mesmo o que hei-de fazer...
Talvez tomar alguma droga qualquer
para passar todo o dia desacordado,
pois faça eu o que fizer, sai errado;
nesse dia tudo sai mal, é uma certeza.

O dia de hoje não foi excepção:
Saí à rua para comprar o jantar.
Fui de carro para me resguardar
Do tempo chuvoso e vento gelado.
Ora gaita, fiquei uma hora parado
No meio trânsito - uma confusão.

2 comentários:

Kim disse...

Sabes que a bicla ainda é a tua salvação. Já do frio o mesmo não digo, que esse gela-te a mente.
Alegra-te amigo, pois há gente para quem todos os dias são quinta--feira.

Janita disse...

Bonita fotografia.
Gosto destas casas senhoriais. Fazem lembrar os romances do Camilo e do Eça.
Bela perspectiva. O musgo no tronco da árvore é a primeira coisa que salta à vista.

A quinta-feira parece ser o seu dia de azar.:)

Demorei um pouco a voltar, mas vou ver e ler tudo o que se segue.

Domingo sem Missa

Convento de Santa Maria de Aguiar (Figueira de Castelo Rodrigo) Foi Mosteiro e não Convento, pois abrigava monges Beneditinos, que o co...