sábado, janeiro 14, 2012

Amanhecer CCCII



Évora
Palácio de D. Manuel, no jardim da cidade.

Não fora o cheiro intenso da relva acabada de cortar
e a temperatura do ar, fresco nesta manhã de Inverno,
eu diria que ainda estava lá longe, do outro lado do mar,
num qualquer lugar das Antilhas, terra de calor eterno.

2 comentários:

Maria disse...

Bicho
Era bem, o Venturoso, este rei. Tudo lhe veio parar às mãos, sem trabalho.
D. João II trabalhou, ele aproveitou.
Nasceu de rabinho para a Lua, como diz o povo.
A foto está digna do belo palácio.
Beijinho
Maria

O Bicho disse...

Por isso mesmo, Maria, o cognome lhe assenta pefreitamente.
Mas uma coisa boa ele teve, foi deixar obra (que se visse) feita.

Amanhecer DLXIII

Praia das Maçãs, Sintra C'est en septembre Quand les voiliers sont dévoilés Et que la plage, tremblent sous l'ombre D'un...