sexta-feira, outubro 13, 2006

Naufragar



História Trágico-Marítima

Ao outro dia, e depois que amanheceu, estava toda a praia cheia de coisas preciosas numa confusa ordem com que a desaventura tinha tudo aquilo ordenado. E havia gente na fralda do mar com vista espalhada pelas praias e arrecifes porque em saindo o sol, o abrandou de sua fúria e braveza..


Tenho tão avorrecida
todarte de marear,
que nesta minha vida,
nam ey nela dentrar.

(Garcia de Resende)

1 comentário:

cristina disse...

MUITO OBRIGADA,Bicho para as fotogrfias muito fantasticos.
Beijinhos.

Amanhecer DLVIII

COVILHÃ Correndo pelo vale do alto Zêzere Já chegámos? O quê! Ainda não? Então vou dormir mais um bocadinho...