terça-feira, outubro 24, 2006

a Fonte 24



Aldeia do Penedo (Sintra)

Esfalfado da subida até ao Penedo
Para ver, da Tuna Euterpe, a Sede;
Aproveito, não é tarde nem é cedo,
Vou aqui no chafariz matar a sede.

(Poetista,2006)

Sem comentários:

Amanhecer DLVIII

COVILHÃ Correndo pelo vale do alto Zêzere Já chegámos? O quê! Ainda não? Então vou dormir mais um bocadinho...