quarta-feira, maio 03, 2006

tanta terra...



É tão grande o Alentejo
Tanta terra abandonada
A terra é que dá o pão
Para bem desta nação
Devia ser cultivada

Tem sido sempre esquecido
Da margem ao sul do Tejo
Há gente desempregada
Tanta terra abandonada
É tão grande o Alentejo

(moda do Cante Alentejano)

2 comentários:

Anónimo disse...

Não é só no alentejo que se vê tanta terra abandonada,pelo país fora é só espalhar a vista,que lá vamos encontrar milhares de terras por cultivar,que até parecem abandonadas,elas têm dono,mas por vezes o mesmo nem sabe onde fica esse canto do céu, gosta mais do inferno das cidades.beijo da Maria

Quim disse...

ó Alentejo queimado, ninguém se lembra de ti (sic).
Quando era puto, não gostva nada do Alentejo. Hoje parece que aquele sossego tem a "ternura dos quarenta".
Quem me dera tê-la.
Um beijinho para a Maria que vive noutro mundo bem melhor, afastada deste frenesim de loucura

Amanhecer DLXIII

Praia das Maçãs, Sintra C'est en septembre Quand les voiliers sont dévoilés Et que la plage, tremblent sous l'ombre D'un...