terça-feira, maio 23, 2006

a recuperar


Está finalmente em recuperação esta velha Adega das Azenhas do Mar.
O telhado ameaçava ruir sobre os barris e tonéis e estragar todo o vinho que eles ainda têm dentro.
-
Quanto a mim, vou demorar ainda algum tempo a recuperar.
Não é o meu telhado que está em risco de ruir, mas o meu interior, que está em muito mau estado de conservação.

6 comentários:

cristina disse...

Bicho,tu as la chance de vivre dans pays merveilleux, de cotoyer chaque jour l'océan, cela devrait balayer les pensées négatives de ton esprit.
Allez,courage et un bisous d'amitié.

O Bicho disse...

Tu as bien raison, Cristina.
Comme d'habitude, on ne voi les bonnes choses qui sont, autours de nous.
On cherche, souvent, le bonheur très lointain, quand il est près de nous.
Tu comprend ça, malgré mon mauvais français écrit, peutêtre pareille a ton portugais.

cristina disse...

Ton français est super.
Dificil pour moi d'écrire le Portugais, plus facile de le lire,desculpe!

Anónimo disse...

Tu ainda és pior do que eu.A tua cabeça está como um armário todo desarrumado é urgente limpar todo esse lixo para entrares numa nuvem de bem estar.Se gostas de quem não gosta de ti não te preocupes não és o único para mim isso é já uma
rotina e estou aqui para as curvas, devemos ter esperança de um dia aparecer alguém que nos compreenda e nos dê um pouco de carinho,e continuar o nosso caminho em paz.E por vezes a verdade é melhor que a mentira,mas também te digo que quem te comeu a carne terá que te roer os ossos.E para a frente é que é o caminho.Cuida de ti,é sempre um prazer cuidar de nós próprios,mesmo que seja sómente para nós.Beijo da Maria

Helder Ribau disse...

vim visitar-te... gostei muito

Quim disse...

O diálogo entre a Cris e o Gigi, já diz tudo. Portanto, prá frente é que é o caminho.
Oh Maria, temos de fazer uma lavagem espiritual ao Bicho, não achas?

Amanhecer DLXIII

Praia das Maçãs, Sintra C'est en septembre Quand les voiliers sont dévoilés Et que la plage, tremblent sous l'ombre D'un...