quinta-feira, maio 27, 2010

a Fonte 529


Mais uma, das muitas que vislumbro apenas de passagem, quase sem parar, a não ser um instante, para captar a fitigrafia e seguir viagem.
Trata-se de coisa muito antiga e já teve água muito boa, a qual ainda jorra com fartura, mas... enfim, não quero dizer bem nem mal.
Quem souber mais acerca deste lugar no largo do fim da rua de Subserra, em Alhandra, que escreva aqui, se achar por bem empregue.

Sem comentários:

A Fonte 672

Figueira de Castelo Rodrigo Na beira do caminho, junto ao Convento de Aguiar, base da encosta onde se encontra o que resta das muralhas ...