domingo, maio 02, 2010

especial



Suas pétalas são pura suavidade,
e a cor parece acentuar a fragilidade;
mas seus espinhos ferem pela certa,
quem lhe pegar com pouco cuidado
como na vida, a sua beleza e frescura
são coisas de pouca dura;
uma Rosa simples, colhida hoje no meu quintal,
oferecida a uma mulher muito especial - a Mãe.

1 comentário:

Maria disse...

A poesia também está muito especial.
Beijinho, Bicho especial
Maria

De pedra e cal

Alandroal O meu caminho passa novamente pela vila dos "aloendros", os quais, apesar de já ser primavera, ainda não estão flori...