domingo, março 13, 2011

A Fonte 568



Há já muitos anos, há décadas mesmo,
que eu não via esta fonte da Praça D. Pedro IV, em Lisboa, assim tão bem rodeada de gente, de povo vivo, activo.
Aqui, diluido no seio do meu povo, ontem à tarde senti-me algumas vezes transportado no tempo, até um passado que vivi com muita emoção.

Sem comentários:

A Cidade Branca

Terreiro do castelo (Estremoz) Nesta praça voltada a sul, com excepção dos automóveis estacionados e o "mamarracho", espécie d...