sábado, março 05, 2011

Amanhecer CCLVII



Desde esta janela virada a sul,
avistamos uma nesga de sol que irrompe, enfim, por entre um halo nas núvens que teimavam em prolongar a noite.
É uma réstia de esperança, uma promessa de mais animação para o Sábado Gordo, na cidade que agora desperta lá em baixo no vale, aos pés deste altaneiro Castelo do Sul.

Sem comentários:

De pedra e cal

Alandroal O meu caminho passa novamente pela vila dos "aloendros", os quais, apesar de já ser primavera, ainda não estão flori...