sexta-feira, março 04, 2011

A Fonte 565


Castedo
Daqui até Alijó e Favaios, estende-se um plano pouco inclinado completamente forrado de vinhedos de uva moscatel - o famoso Moscatel de Favaios.
Um remoto lugar de quase 500 habitantes que surge inesperado no topo de uma íngreme e típica encosta de socalcos xistosos do Alto Douro vinhateiro.

É espetacular e perigosamente emocionante a subida desde o antigo apeadeiro de S. Mamede do Tua (junto ao Douro, na Foz do Tua) serpenteando encosta acima, por um estreito caminho.
Até agora em serviço quase exclusivo dos tractores e demais maquinaria agrícola que se ocupa dos trabalhos nas vinhas do Douro.
Caminho muito pouco adequado a passeios num simples automóvel de turismo. Mas quando alguém me sugeriu este percurso (Foz do Tua, Cotas, Vilarinho, Loivos, Pinhão) nem pensei duas vezes - novos caminhos e diferentes pontos de vista...

2 comentários:

Anónimo disse...

O que eu adoro e aconselho, é
o passeio de combóio, (enquanto
existe) da Régua ao Pocinho.
Sempre junto à beira do Douro.
O hotel Régua Douro, quartos
voltados para o rio, é excelente.
M.Júlia

O Bicho disse...

Obrigado pela sugestão.
Já fiz, há alguns anos, a viagem desde Mirandela à Foz do Tua e depois descida até à Régua e regresso a Mirandela.
Foi coisa de um dia inteiro, de manhã à noite.

Amanhecer DLVII

ALMEIDA A luminosidade do sol rasante invadindo o corredor de uma das portas indefesas da Fortaleza. Daqui nada, reúne a comitiva no &qu...