quinta-feira, junho 10, 2010

a Fonte 535


Neste tão celebrado "Dia de Portugal",
parece bem mostrar uma fonte (neste caso duas) junto da Bandeira Nacional.

Só é pena (digo eu, que sou chato e tenho a mania de dizer mal) que as ditas, não sirvam, nem uma nem outra, para matar a sede a um vulgar cidadão turista.
Uma que jorra água, só para animar vista e a outra que está mais seca que a minha imaginação.
Já não digo que a coisa fornecesse loira Cerveja fresquinha à pressão,
nem tanto, mas ao menos que escorresse dela um fiozinho de Água da Companhia,
nem que fosse só para molhar a boca a um "esforçado" ciclista.

1 comentário:

Maria disse...

As fontes públicas secaram ou estão enquinadas. Dar de beber a quem tem sede já era. Quem quiser beber, pague.
Beijinho
Maria

Amanhecer DLVII

ALMEIDA A luminosidade do sol rasante invadindo o corredor de uma das portas indefesas da Fortaleza. Daqui nada, reúne a comitiva no &qu...