quinta-feira, junho 17, 2010

Autoretrato a seco


Por acaso tinha apanhado um chuvisco de Primavera na rua, antes de entrar no museu (CCB) para ver as obras da Joana Vasconcelos.

Foi assim que aproveitei de verdade o ar quente dos 20 secadores, que funcionam mesmo, montados nesta "instalação" (acho que se chama assim a este género de trabalho de artista plástico), aproveitei, dizia eu, para ajeitar o penteado e aquecer as ideias.

1 comentário:

Anónimo disse...

Seve disse...

Joana Vasconcelos...qualquer dia temos aí uma exposição de penicos, mas como é da Joana é arte....e a propósito de penicos: há gente que nasceu com o cu virado prá lua!

Amanhecer DLVII

ALMEIDA A luminosidade do sol rasante invadindo o corredor de uma das portas indefesas da Fortaleza. Daqui nada, reúne a comitiva no &qu...