quarta-feira, junho 09, 2010

a Fonte 534


E diz a moda do "cante alentejano":

«Não pares em Castro Verde.
As fontes cheiram a rosas
E a água não mata a sede.»

Pois olhem que bem me apetecia dedicar uma modinha parecida, aqui a esta fonte na muralha exterior de Castelo de Vide, tão longe de Castro Verde.

Sem comentários:

A Cidade Branca

Terreiro do castelo (Estremoz) Nesta praça voltada a sul, com excepção dos automóveis estacionados e o "mamarracho", espécie d...