sábado, junho 12, 2010

Amanhecer CCXXIV



Só!
Cada dia mais só.
Ao despertar, por vezes, receio olhar o espelho e não me encontrar.
Um dia destes, acordo e fico sem saber se estou cá, ou se já não existo... serei apenas um pensamento, uma ideia (mal concebida) que tão depressa se começou a materializar, logo, logo desvaneceu.

Sem comentários:

Amanhecer DCV

Caminnha (Portugal) Sente-se aqui, na minha janela, o cheiro da maresia que sobe desde a foz do Rio Minho. No fundo da imagem, o incon...