domingo, fevereiro 14, 2010

a fonte 475


Palha de Abrantes
Toda a gente sabe o que é, quase toda a gente gosta, eu... nem por isso.
Mas, enfim, parámos em Abrantes para a (tradicional) sobremesa, poucos minutos depois do almoço no "Castelo" (Belver), isso sim, coisinhas do meu agrado, uns "peixinhos do rio" fritos, com açorda.
Os donos da casa são dois pescadores do Tejo, ali mesmo em Belver, e como tal, asseguram eles próprios o fornecimento diário de peixe fresco ao seu modesto restaurante.

Sem comentários:

Amanhecer DLVII

ALMEIDA A luminosidade do sol rasante invadindo o corredor de uma das portas indefesas da Fortaleza. Daqui nada, reúne a comitiva no &qu...