quarta-feira, novembro 07, 2007

a pena


Esta pena que escreve,
Tudo aquilo que sinto,
Às vezes ela faz greve,
Pois sabe que eu minto.

(Fernando Pessoa, escreveu qualquer coisa parecida com esta.
Eu pensei quando peguei nesta pena de gaivota, caída na areia.)

1 comentário:

carla mar disse...

Escrever... é muitas vezes fingir, o que sentimos... ou não...
Por isso, o avesso, das palavras é encantador!
:)

Amanhecer DCI

Anfiteatro Keil do Amaral (Parque do Monsanto, Lisboa) Tudo a postos, faltam algumas horas para o início das festas ao ar livre, na cid...