quinta-feira, maio 16, 2013

a fonte 636



Vila de Rei
(BUCELAS)

Ainda não existia esta fonte,
não sei ao certo, quando há mais de vinte anos, eu e mais dois velhos amigos, passámos uma tarde de verão inesquecível neste lugar de Bucelas;
era uma adega particular que servia de garagem ao carro - um Fiat 1500, uma raridade - que ali fomos buscar a pedido de outro amigo de serviço em Angola;
trouxemos o carro, não sei como nem por que caminhos eu o dirigi, depois de muitas garrafas de tinto e branco Arinto emborcadas para acompanhar o chouriço, o entrecosto e as febras grelhadas ali mesmo à porta da garagem, na sombra de um caramanchão.

Sem comentários:

Amanhecer DLVII

ALMEIDA A luminosidade do sol rasante invadindo o corredor de uma das portas indefesas da Fortaleza. Daqui nada, reúne a comitiva no &qu...