terça-feira, maio 14, 2013

A Fonte 635



Outra vez no Zambujal
Mas qual? Aquele perto de Loures.
Uma fonte sem história, numa rua (Avelar Brotero *) que evoca uma figura importante da nossa história.
Por aqui dei início à subida para o alto da serra de onde se tem uma vista magnífica para uma boa parte do vale do Trancão e para o Tejo com a Ponte Vasco da Gama até à outra banda.

(*)
botânico, lente de Botânica e Agricultura na Universidade de Coimbra, 
director do Real Museu e Jardim Botânico da Ajuda,
doutor em Medicina pela Universidade de Reims, 
nascido em Santo Antão do Tojal (aqui perto) a 25 de Novembro de 1744.

Sem comentários:

Amanhecer DLVII

ALMEIDA A luminosidade do sol rasante invadindo o corredor de uma das portas indefesas da Fortaleza. Daqui nada, reúne a comitiva no &qu...