sábado, outubro 23, 2010

Amanhecer CCXXXVIII


Marvão

Sinto que aumenta em mim o desconforto por ter de partilhar este mundo com muita gente formada na agressividade.
Com o tempo a minha intolerância à maldade vai-se agravando como se fora uma alergia exigindo tratamento.
Então é urgente. Procuro refúgio em lugares como este, principalmente no Alentejo, quase deserto.
O repouso do espírito, nas paredes brancas de luz, nas pedras puídas do tempo.
Como se a humanidade por aqui fosse diferente do resto do mundo...

1 comentário:

M.Júlia disse...

Algumas vezes estive em Marvão.
Em Portugal é o meu sítio de eleição. Não sei explicar porquê!.
Sempre pensei que era ali que
gostaria de morrer. Viver é
por vezes muito difícil.

Domingo sem Missa

Convento de Santa Maria de Aguiar (Figueira de Castelo Rodrigo) Foi Mosteiro e não Convento, pois abrigava monges Beneditinos, que o co...