domingo, outubro 21, 2012

A FONTE 621


A Fonte das Ratas, tratava-se de uma nascente que alimentava o Tanque das Lavadeiras de Alfama e as Alcaçarias (Banhos Públicos ou Termas) do Duque do Cadaval, no Beco dos Cortumes.

A popularidade desta nascente (que de acordo com a crença popular, teria virtudes terapêuticas) cuja reputação curativa da água se espalhou rapidamente, atingiu o auge em final de 1963, como se constata nesta reportagem do Diário Popular de há quase meio século.

Milhares de pessoas acotovelvando-se, esperavam horas, para encher os seus garrafões com água (chegando a ser de 360 garrafões/hora), abrandando apenas entre as 3 e as 5 da manhã.



Sem comentários:

Amanhecer DLVII

ALMEIDA A luminosidade do sol rasante invadindo o corredor de uma das portas indefesas da Fortaleza. Daqui nada, reúne a comitiva no &qu...