segunda-feira, outubro 17, 2011

Baralhado


Eu não sei bem quem tu és
Sei que gosto dos teus pés
Do teu olhar atrevido

Tu baralhas-me a razão
Invades-me o coração
E eu ando um pouco perdido

Sem comentários:

A Cidade Branca

Terreiro do castelo (Estremoz) Nesta praça voltada a sul, com excepção dos automóveis estacionados e o "mamarracho", espécie d...