terça-feira, outubro 02, 2007

as Osgas


Osga,
também eu tenho uma, bem alimentada, para a troca.
Há já uns 3 anos que se passeia pelos muros e telheiro do meu terraço.
Ainda não consegui fazer uma fotografia da bicha. É muito esquiva, não se mostra a descoberto por mais de 10 segundos - parece mesmo que percebe quando o nosso olhar se fixa nela.
Por outro lado, posso dizer que já lá apanhei algumas "osgas", mas das outras, daquelas de vinho branco, tinto, rosé e mesmo uma de caipirinha - bebida de que eu até nem gosto.

1 comentário:

carla mar disse...

a minha osga é miope!
é um osgo.
praticante exímia de corridas de muro.
até ao momento, tem respeitado a minha privacidade e nunca me fez uma visita surpresa, por isso, acho o monstro relativamente simpático!
é sem duvida o companheiro ideal, para a tua timida bicha...
da minha parte, aprovo o relacionamento :)
mais tarde, poderíamos oferecer as crias, aos teus amigos do peito...
já os imagino... tratadores de crias amestradas!
pensa no assunto, com calma e diz qualquer coisa ;)

PS: os habitantes da parede são conhecidos por osgas!

Amanhecer DLVIII

COVILHÃ Correndo pelo vale do alto Zêzere Já chegámos? O quê! Ainda não? Então vou dormir mais um bocadinho...