domingo, janeiro 31, 2010

a Fonte 470

Outra vez o Largo da Estefânea?
Sim e não.
Este Chafariz tem uma estátua de Neptuno, muito viajada.
Foi esculpida em Carrara com desenho de Machado de Castro para decorar o chafariz do Loreto (1771), exactamente no local onde hoje se encontra a estátua do Chiado.
Depois, o Neptuno foi transferido (mil oitocentos e tal) para um outro chafariz, na Praça do Chile (local desta fotografia) onde ficou até 1951 data em que foi transferida para novo chafariz no Largo de Dona Estefânia, onde se encontra, até ver...
Eu não sabia destas atribulações do Deus dos Mares. Tomei conhecimento através do Arquivo Fotográfico (excelente) da Cidade de Lisboa.
Esta imagem é do tempo em que passavam por este Largo várias linhas de eléctricos.
Uma delas ligava a Praça do Chile a Benfica - era a carreira nº1, talvez a mais popular da cidade, por ser a mais utilizada pela classe operária, incluindo muitos residentes na Porcalhota.
Do que eu me recordo, a primeira viagem que fiz nesse eléctrico, foi para me deslocar ao Dispensário do IANT que existia neste Largo, para "tirar a Micro" (radiografia aos pulmões) que era obrigatório apresentar para me inscrever no 1º ano do Liceu.

1 comentário:

Maria disse...

Bicho
Ainda me lembro do Neptuno aí,na Praça do Chile. A casa da minha avó era perto e, nas largas temporadas que passava em Lisboa, era lá que ficava. Que saudades, do Neptuno, da minha avó, da casa, de mim...
Beijinhos
Maria

Amanhecer DLVII

ALMEIDA A luminosidade do sol rasante invadindo o corredor de uma das portas indefesas da Fortaleza. Daqui nada, reúne a comitiva no &qu...