sexta-feira, março 11, 2011

a passagem



caminho inseguro
numa passada incerta
avanço de forma hesitante
sem contudo poder recuar
nem sequer é permitido parar
ao menos um bocadinho que fosse
não mais do que o lapso de tempo bastante
para concatenar dois pensamentos seguidos,
sobre a origem e natureza da vida,
e sobre a teoria do conhecimento:
será possível parar de pensar..?
talvez só no fim do caminho,
certo é que o caminho tem um fim,
mas será o fim de tudo, o fim da vida,
ou apenas mais uma passagem..?

Sem comentários:

A Fonte 672

Figueira de Castelo Rodrigo Na beira do caminho, junto ao Convento de Aguiar, base da encosta onde se encontra o que resta das muralhas ...